flower-615691_1280

Morte

Oh morte! Chega de repente,

Tão fugaz, dilacera, estraçalha,

Enche de um amargo negror

O coração… que sente.

Oh morte! Arrepia, estremece, balança

A alma retira do peito

E no limbo lança,

De forma violenta e sem jeito.

Morte em morte,

Morte em vida,

Esta da vida é a morte,

Aquela da vida é a sorte.

Nina Domingos
Anúncios