Provavelmente você conhece alguém que tenha algum tique, como piscar os olhos várias vezes, mexer os ombros, mexer nos cabelos ou levantar os óculos, por exemplo. São os chamados tiques nervosos.

A maioria desses tiques podem ser superados, com muito esforço e ajuda de um profissional. No entanto, existem pessoas que possuem tiques que não podem ser curados.

Neste caso é preciso a avaliação de um médico neuropsiquiatra especialista em movimentos involuntários, pois essas pessoas podem sofrer de uma doença chamada Síndrome de Tourette.

É uma doença hereditária e foi descrita através de estudos feitos pelo médico francês Gilles de la Tourette, em 1825. A Síndrome de Tourette não tem cura, mas tem tratamento que surte bastante eficácia. Os sinais começam a aparecer na infância, se agravam durante a adolescência e persistem até o fim da vida da pessoa.

Dentre os tiques apresentados pelo portador da doença estão:

  • Espasmos como piscar olhos e contorcer alguma parte do corpo
  • Balançar a cabeça
  • Emitir sons
  • E, em alguns casos, gritar palavras ou até palavrões.

Pode parecer simples, mas os portadores sofrem muito com essa doença. Existem casos que os espasmos são tão fortes que o portador da síndrome fica impossibilitado de fazer qualquer coisa e até mesmo se joga no chão. E na maioria dos casos, a Síndrome de Tourette leva a pessoa a se isolar ou ser isolado da sociedade, por ser mal compreendido.

Abaixo seguem alguns vídeos que irão ilustra melhor o que é Síndrome de Tourette:

Lilian Silva

Anúncios